top of page

SERVIR OU NÃO SERVIR



“Se, porém, não agrada a vocês servir ao Senhor, esco­lham hoje a quem irão servir, se aos deuses que os seus antepassados serviram além do Eufrates, ou aos deuses dos amorreus, em cuja terra vocês estão vivendo. Porém eu e a minha casa servi­remos ao Senhor" (Josué 24.15)


Liderança servidora foi o tema de muitas palestras e seminários nos últimos anos. Mas de fato, as pessoas realmente compreendem o que é servir? Entendem os benefícios do serviço?


Há um serviço pouco compreendido, e até mesmo pouco praticado: o serviço a Deus.

No versículo inicial apresentado neste texto, Josué, o líder instituído por Deus para conduzir o povo de Israel após a morte de Moisés, está chamando a nação a retomar um compromisso, perdido pela negligência do povo, abandonado pela mescla cultural e religiosa da época, que acabou produzindo confusão na essência do serviço. Josué aponta sua decisão pessoal, propondo uma escolha crucial e decisiva aos seus liderados.


Servir é, e sempre será, uma escolha. Servir a Deus, com certeza é a escolha mais sensata. Contudo a reciprocidade benéfica do serviço, não é de ordem egocêntrica. Quando Jesus foi tentado no deserto, nos deixou um modelo prático de serviço e obediência com benefícios verdadeiros e necessários em nossa vida. Vejamos o texto:


Novamente o transportou o diabo a um monte muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo, e a glória deles. E disse-lhe: Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares. Então disse-lhe Jesus: Vai-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele servirás. Então o diabo o deixou; e, eis que chegaram os anjos, e o serviam” (Mateus 4:8-11).


A primeira lição que aprendemos é que o serviço a Deus destrói a sedução da glória humana que produz ganancia e engano. Satanás propõe ao Senhor Jesus a glória e as riquezas do reino deste mundo, para ganhar seu serviço. Jesus em sua resposta nos mostra o benefício de servir a Deus, pois como Ele, temos a essência do Céu, não somos desse mundo, seremos participantes da Sua glória, que o próprio Senhor Jesus abriu mão (Filipenses 2) para viver como homem e nos devolver à glória do Pai.


Em seguida, podemos ver outro benefício do serviço fiel de Jesus. O diabo o deixou! Servir a Deus repele satanás da sua vida. Quem está envolvido em servir a Deus, não tem tempo para perder com propostas fúteis de satanás. Ele é o pai da mentira, e nunca se firmou na verdade e fará de tudo para te seduzir. Um serviço comprometido a Deus sempre trará resultados, te desviando das ciladas do diabo, que no início se apresentam como coisas boas, mas no fim conduzem a morte!


Por fim, algo que mais chama atenção no texto, é o fato dos próprios anjos virem para servir ao Senhor Jesus. O serviço a Deus move o céu a teu favor. A Palavra diz que os anjos são ministros de Deus a nosso serviço (Hebreus 1.14), não para os nossos desejos, mas para as nossas necessidades! O Senhor sabe do que necessitamos antes mesmo de lhe pedirmos, e é certo que agirá em tempo oportuno para aqueles que o servem fielmente.


Quando Josué repreende o povo por terem abandonado o serviço ao Senhor, ele percebe o caos que o egoísmo produz, o danoso efeito do serviço a si mesmo ou aos “deuses deste século”, que hoje personificam-se na fama, dinheiro, poder, sensualidade e todo tipo de libertinagem, e que desde seu tempo destruía o povo de Israel, e hoje destroem nossa sociedade.


Quando servimos a Deus há benefícios no serviço. Quando servimos a nós mesmos, ou aos deuses desse mundo, não servimos.


A bíblia diz: "Ninguém pode servir a dois senhores; pois odiará a um e amará o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Vocês não podem servir a Deus e ao Dinheiro" (Mateus 6.24). Como diz o conhecido bordão: “Quem não serve, não serve”.


Que diante do serviço do Senhor tenhamos a sabedoria na escolha: SERVIR OU NÃO SERVIR!


46 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page